SUA ORIGEM

O Renovamento Carismático Católico, por vezes também designado como Renovação Carismática Católica, surgiu (na Igreja de hoje) como uma onda de renovação da graça de Pentecostes.

O Renovamento Carismático Católico não é um movimento à semelhança de outros movimentos da Igreja Católica. Por exemplo, ao contrário de outros movimentos não tem um fundador: foi suscitado pelo Espírito Santo como caminho de renovação da Igreja. O Renovamento Carismático Católico é, de facto, melhor descrito como uma graça, uma onda de renovação que percorre a Igreja impelida pelo Espírito Santo.

Ao convocar o Concílio Vaticano II, o Papa João XXIII pedia ao Senhor que renovasse, na nossa época, as maravilhas de então “como um novo Pentecostes”. E, na verdade, pouco depois do encerramento do Concílio surge o Renovamento Carismático Católico na Igreja Católica. No dizer do Cardeal Suennens o Renovamento Carismático Católico, é uma segunda graça de Deus à Igreja e ao Mundo, depois da primeira graça que foi o Concílio Vaticano II.


 UM POUCO DE REFERÊNCIA HISTÓRICA

 Como Nasceu o Renovamento Carismático Católico?

Alguns professores e alunos da Universidade do Espírito Santo de Duquesne, em Pittsburg, na Pensilvânia (Estados Unidos da América), reuniam-se frequentemente para partilhar as suas experiências de fé. Todos reconheciam, porém, um certo vazio no fundo de si mesmos, falta de dinamismo e uma clara tibieza nas suas orações e actividades apostólicas. Era como se a vida dependesse, em elevado grau, dos seus próprios esforços…

Conscientes de que a força da primitiva comunidade cristã teve origem na vinda do Paráclito Consolador, começaram a pedir insistentemente ao Espírito Santo que manifestasse neles a sua presença cheia de poder, para bem da vida espiritual de cada um e êxito dos seus trabalhos apostólicos. Diariamente todos os membros do grupo rezavam o “Vinde Espírito Santo”.

 Entretanto, alguns estudantes do grupo tinham lido o livro “A cruz e o punhal” em que um pastor pentecostal americano relata como, na sequência da sua acção no meio dos jovens drogados de Nova York, o Espírito Santo operava numerosas conversões. Decidiram então, de 17 a 19 de Fevereiro de 1967, realizar um retiro de fim-de-semana conjuntamente com o capelão da Universidade. Todo o sábado foi passado em oração e estudo, nomeadamente do Livro dos Actos dos Apóstolos. Continuaram pela noite fora implorando a efusão do Espírito Santo. Muitos dos presentes, nesse fim-de-semana, tiveram a certeza espiritual de que a sua oração fora ouvida pela transformação interior e pela alegria espiritual que sentiram, naquela experiência de Pentecostes pessoal e comunitária. Isto foi para eles uma verdadeira “actualização de Pentecostes”…. Sem Fundador, tinha nascido o Renovamento Carismático Católico.

Esta experiencia foi partilhada com amigos da Universidade de Notre Dame, em Indiana (EUA). Cerca de 30 pediram que rezassem também por eles, para que as suas vidas se tornassem profundamente cristãs…. Tornaram-se “homens novos”…. A Efusão do Espírito Santo.

Graças à força imparável do Espírito Santo essa chispa propagou-se como incêndio em folha seca, invadiu os cinco continentes e tocou nestes 40 anos a vida de mais de 130 milhões de pessoas.

 C. Garcia

Escrito por paroquia Em Junho - 15 - 2013 Pontuais

Comments are closed.

...

PROCURAR

VIDEO

MÚSICA

Oiça as músicas